A princesa Sofia

Era uma vez, em um reino muito conhecido no Brasil que se chamava Belo Horizonte, existia uma rainha e um rei que tinham uma filha chamada Sofia.

Ela era meiga, bonita e deixava inveja em todos com sua beleza, até numa rainha chamada Blefúcia, que era muito má e vivia no reino das trevas.

A menina ia fazer 1 ano e o rei e a rainha convidaram todo mundo e quando eu digo todo mundo é todo mundo MESMO.

Fizeram a maior festa, que qualquer criança podia imaginar….

A menina adorava o  Black Eyed Peas e, de surpresa, o rei os convidou  para agradar a filha.

Mas o rei esqueceu-se de convidar 2 pessoas  o Adolf Rither e a rainha Blefucia, e, de raiva, os dois juntaram suas forças do mal e o plano dos dois foi o clássico: foi simples e prático.

Eles dois, no dia do aniversário, iriam aparecer e amaldiçoar a princesa (típico…).

Então, foi assim: esperaram contando os minutos (só faltavam 2 minutos).

E foi assim Chegou a hora da festa. Adolf colocou um terno muito esquisito e sandálias.

A rainha colocou o seu pior vestido, seu pior perfume, sua pior sandália.

Enfim, eles foram para a festa e, quando chegaram, a rainha entrou pela janela e chegou e falou as palavras aterrorizantes: que a menina, quando fizesse 12 anos, iria morrer (típico de novo…).

Mas uma fada gordinha, que estava no fundo da mesa de doce, que não tinha dado seu presente (ia entregar depois) ouviu o que a rainha do mal havia falado e disse que não podia tirar o feitiço, mas podia deixar ele menos trágico.

E foi que ela fez.

A princesa Sofia só dormiria por 1 dia  e a Sofia ia ficar com eles até os 12 anos de idade.

O tempo foi passando, até que um dia ela foi passear na floresta  e achou o príncipe Frederico, que se apaixonou.

Só que, quando eles se olharam, ela já tinha 12 anos e podia cair desmaiada por causa do feitiço.

Eles começaram a dançar e ela desmaiou.

Quando eles iam se despedir, ele achou que ela estava  morta e, como despedida, deu um beijo na sua boca.

Ela levantou e a bruxa e Adolf morreram  e ninguém sabia por que, pelo menos até hoje.

E todos, menos a bruxa e Adolf, fizeram felizes Para Sempre.

(O primeiro conto de Julia Ferreira, escrito em junho de 2012.)

Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

6 respostas para A princesa Sofia

  1. Fátima de Oliveira disse:

    Que gracinha Julia. Amei. Adoro ler o que as crianças escrevem. Peça ao papai para pegar meus dois livros pra vc ler. Aí a gente conversa, ok?Bjus

  2. Daniele Marques de Oliveira disse:

    Nasce uma escritora! Juju, parabéns!

  3. Leontina Alves Lincher disse:

    Onde posso comprar seu livro Júlia?

  4. juliaefaber disse:

    Tina, o livro da Julia foi um projeto da escola dela, com uma tiragem muito limitada, de apenas 6 exemplares! Muito obrigado pelo interesse, quem sabe um dia ela lance um livro para muitos leitores? Com certeza você será convidada! Abraço, Fabricio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s